início Ela Livros
Blogroll Contato


17 de dezembro de 2015

—– Sem Spoilers —–

Séries é facilmente um dos assuntos preferidos da maioria dos leitores/as do blog e também um dos que eu mais gosto de falar. Por isso, no início do ano criei a tag As Séries da Minha Vida, postada às quintas-feiras (para ver todos os posts, clique aqui), contando sobre cada um dos seriados que assisti. Foram 18 posts até hoje e agora a lista vai aumentar, já que assisti mais algumas coisinhas este ano! Começando pelo icônico Lost!

chez b as series da minha vida lost 02

Eu nunca me interessei por Lost. Mesmo com o sucesso estrondoso que fez na época em que foi transmitida, não tive a menor vontade de assistir e sabia apenas que se tratava de pessoas perdidas numa ilha misteriosa e teve participação de Rodrigo Santoro. Aí, meu marido, que já havia assistido a série inteira, resolveu rever e insistiu para que eu visse também! Meio contrariada, topei.

O enredo é conhecido da maioria: um avião cai numa ilha deserta e os sobreviventes, liderados pelo médico Jack, começam a explorar o local em busca de abrigo e alimento. Porém, o lugar é cheio de incógnitas e acontecem coisas pra lá de estranhas, além de descobrirem que não são as únicas pessoas a habitá-lo.

chez b as series da minha vida lost 03

No início, senti medo. Não curto muito programações que me assustam de alguma forma, mas o fato é que Lost – ao menos nas duas primeiras temporadas – prende de forma tal que, mesmo com tensão e levando vários sustos, você não consegue parar e assistir. E aí me mantive fiel até o final. Só que eu não sabia e ninguém te conta – pelo menos meu marido não contou, haha – é que lá pelas tantas a série começa a viajar tanto, é um vai-e-vem, uma loucura tão sem limites que dá uma boa cansada. Várias vezes me perguntei porque ainda estava assistindo aquela maluquice interminável. E, pra mim, esse é o ponto: o roteiro de Lost não tem limites e parece que precisaram arrastar até a 6ª temporada para justificar o sucesso. Um grande erro. Se a série fosse reduzida em três, quatro temporadas no máximo, aí sim, poderia dar 5 estrelas. Porque é envolvente, é estimulante, é genial, só que o surrealismo exacerbado cansa demais.

chez b as series da minha vida lost 01

Sobre o final: apesar de muita gente ter odiado ou não entendido, eu gostei muito. Já tinha suspeitado mais ou menos a linha que seguiria, mas a conclusão foi muito além do que eu imaginei. Fiz algumas pesquisas e li várias críticas até formar bem a minha opinião sobre o desfecho e hoje, após absorver bem e repensar boa parte da série, acho que foi realmente brilhante.

Enfim, vale a pena assistir? Minha opinião é que vale, sim, com a mente aberta e um pouquinho de paciência!

Quem mais assistiu Lost? E o que acharam do final?

 

 

chez b as series da minha vida lost