início Ela Livros
Blogroll Contato


26 de abril de 2016

Sem spoilers!

Como eu era antes de você foi o primeiro livro de Jojo Moyes que li e fiquei apaixonada. É um livro forte, com uma história linda e amplamente reflexiva, que nos leva a pensar sobre as pequenas coisas do nosso cotidiano. Atividades rotineiras, às vezes tão simples a ponto de não darmos o devido valor – ou sequer paramos para pensar sobre sua real importância -, mas que são extremamente valiosas, principalmente para aqueles que se veem tolhidos de realizá-las por circunstâncias da vida.

chez b depois de voce

O livro marcou meu ano de 2014, deixou uma ressaca literária imensa e muitas saudades. Na época, falava-se de uma possível adaptação cinematográfica e, agora, o aguardadíssimo filme está prontinho para estrear no dia 30 de junho! E não só teremos Como eu era antes de você no cinema, como Jojo nos presenteou com a continuação do livro, o tão maravilhoso: Depois de Você.

Iniciei a leitura sem expectativa alguma, esperando apenas matar as saudades daqueles queridos personagens. Aos poucos fui me envolvendo, relembrando momentos marcantes, recordando sentimentos… e Depois de Você foi me surpreendendo aos poucos, gradativamente. Como prometi que não teríamos spoilers, direi apenas que o livro conta o que aconteceu após o término do primeiro, exatamente como esperamos que seja uma sequência. Ao mesmo tempo, porém, o rumo da história é bastante inesperado.

As histórias não são independentes. Há, sim, novos personagens, novas questões, novas tramas. Apesar disso, acredito que é imprescindível a leitura do primeiro para entender – e vivenciar – o segundo. Depois de Você é uma fofura, uma delícia, não dá vontade de largar. A gente se apega (ou reapega?!) e não quer se despedir. Há saudade, muita saudade. Há reflexão, traz a tona o passado. Por vezes, pode ser mais dolorido do que realmente bom, mas gosto desse sentimento nostálgico e introspectivo que acompanha a leitura. No final das contas, recomendo super a leitura sequencial de ambos!

Agora é esperar junho para ver Emilia Clarke dando vida à Lou e Sam Claflin na pele de Will! Ansiosíssima!

 

 


Depois de Você
Autora: Jojo Moyes
Editora: Intrínseca
Páginas: 320
Ano: 2016
Nota: 5 estrelas





27 de fevereiro de 2016

Ano passado li Regras da Comida e virei praticamente uma discípula de Michael Pollan. Já tinha ouvido falar do autor, mas descobri o livro mesmo por indicação da Rita Lobo, num dos posts do Panelinha. Comida é um assunto que me interessa em todos os aspectos: do modo de preparo aos benefícios e malefícios dos alimentos para o nosso corpo. Aí que numa dessas compras de livros sobre o assunto, adicionei minha primeira leitura do jornalista, pesquisador, escritor, ativista e mega expert em comida e amei super!

Não coma nada que sua avó não reconheceria como comida.

Não é um livro de receitas, não é um livro complexo, não é um manual inatingível acerca de um padrão impossível. Não. É um livrinho pequeno, fino, de letras grandes, mas muita sabedoria sobre algo vital: alimentação. É um verdadeiro manual de sabedoria alimentar.

chez b cooked as regras da comida michael pollan 03

São 64 regras simples sobre esse tema fundamental que, sem exageros e sem imposições, nos sugere maneiras simples e toques básicos de como ter uma nutrição mais adequada, criticando a indústria alimentícia com total coerência. Cada regra acompanha um texto explicativo que, tenho certeza, vai te convencer a cumprir cada aspecto. Isso sem forçar a barra! Eu me surpreendi com o tanto de conteúdo útil em tamanha simplicidade e me apaixonei pelas sacadas de Michael Pollan.

Coma todas as besteiras que quiser, desde que você mesmo as cozinhe.

Então, pensa o quanto fiquei enlouquecida quando vi que o Netflix lançaria Cooked! A série documental do autor do meu novo guia alimentar tem 4 episódios: Fogo, Água, Ar e Terra. A proposta pareceu super animadora e contei os dias para o lançamento, só que… me decepcionei. O documentário é super bem produzido, impecavelmente filmado, mas a abordagem é muito diferente do que eu imaginava.

chez b cooked as regras da comida michael pollan 02

Esperava uma produção com técnicas culinárias, um reforço à crítica sobre a indústria alimentícia e uma conexão maior com o Regras da Comida. Tais aspectos são o de menos no conteúdo da série. Tem um pouco sim, mas passa quase despercebido. O foco é bem histórico e antropológico, sempre destacando a visão de um povo específico, o que torna bastante cansativo. Cada episódio tem cerca de 1h e confesso que em alguns momentos foi bem desinteressante continuar assistindo. Porém, repito: é um série bem feita, merece ser vista por quem curte o tema, mas sem muita pretensão e expectativa.

Alguém mais já assistiu? O que achou? Me contem!


Regras da Comida
Autor: Michael Pollan
Editora: Intrínseca
Páginas: 160
Ano: 2010
Nota: 5 estrelas





21 de outubro de 2015

chez b. resenha a verdade sobre o caso harry quebert

No mês passado, a Nádia do Além do Livro, me convidou para participar da seção Eles recomendam!, em que colaboradores e um convidado especial indicam um livro bacana para os leitores da Ná. Eu sugeri o que eu havia acabado de ler, A Verdade Sobre o Caso Harry Quebert, algo bem diferente das minhas leituras atuais. E, apesar de ter linkado o post aqui, acabei esquecendo de trazer a resenha para o blog.

Comprei A Verdade Sobre o Caso Harry Quebert de presente para o meu marido, já que se trata de um suspense policial, gênero que ele adora e eu nem tanto. Porém, após devorar o livro freneticamente, ele fez coro com a Lola (que havia indicado a leitura) e com a Ju (que leu e amou), na insistência de que eu deveria ler a todo custo! Meio contrariada, mas muito curiosa, encarei o dito e… amei!

O livro conta a história do grande escritor Marcus Goldman que, num período de bloqueio criativo, sai de Nova York rumo à Aurora, uma pequena e pacata cidade no interior de New Hampshire, onde vive seu amigo e mestre Harry Quebert. Lá, descobre que 33 anos antes, o admirado Harry, aos 34 anos, relacionou-se secretamente com Nola, uma garota de 15 anos. Naquele período, Nola desapareceu sem deixar rastros. Entretanto, seus restos mortais são encontrados enterrados no jardim de Harry, motivo pelo qual ele passa a ser acusado de assassinato. Intrigado, Marcus inicia uma grande investigação sobre o caso, a fim de desvendar o imenso mistério sobre o assassinato da jovem.

Com enredo fácil e fluido, A Verdade Sobre o Caso Harry Quebert é daqueles livros que nos prendem do começo ao fim, instigando o leitor desde os primeiros capítulos, mantendo o ritmo até o surpreendente e inimaginável final.  Todos os fatos são esclarecidos e apesar do minucioso relato, o autor não deixa fios soltos, isso foi uma das coisas que eu mais gostei na leitura. Ah, e quando você acha que todos os mistérios foram desvendados, tem mais uma surpresinha por vir, pode acreditar! Super indico!

chez b. resenha a verdade sobre o caso harry quebert 01





26 de maio de 2015

chez b 365 dias extraordinários 01

Quem leu Extraordinário vai entender: não tem como não amar 365 Dias Extraordinários! Este, nada mais é, do que o livro de preceitos do Sr. Browne, professor de August – o personagem principal de Extraordinário. Cada página corresponde a um dia do ano e traz um princípio. As frases são inspirações e ditos retirados de letras de música, grandes pensadores, livros clássicos, ditados populares e alguns formulados pelos próprios personagens e leitores do primeiro livro.

chez b 365 dias extraordinários 02

365 Dias Extraordinário é lindo em todos os sentidos. De capa dura, todo desenhado e com fontes variadas, cada página é uma surpresa. Sabe aqueles pensamentos bacanas para serem lidos ao acordar ou antes de dormir? Então! É só abrir uma página aleatória deste livro ou a correspondente ao dia, que com certeza você encontrará algo super bacana para estampar seus pensamentos.

Também acho um livro fofo pra dar de presente, é inspirador, delicioso e impossível não se apaixonar.

 Ah, para quem ainda não assistiu, falei deste livro nesse vídeo aqui!

 

 

chez b 365 dias extraordinários nota

Siga nossas redes sociais: Facebook ♥ Instagram ♥ Youtube





22 de janeiro de 2015

chez b. um dia livro capa

Quando a Ju do CLBS fez esse post sobre Um Dia, fiquei bem tentada… mas, achei que não teria graça lê-lo, já que tinha visto o filme. Ledo engano! Ela me convenceu de que o livro era excelente mesmo sabendo a história e, principalmente, o final. Não me segurei, comprei, conferi e concordei.

O filme é incomparável ao livro. Aqui sim, conhecemos a essência de Emma e Dexter, ou Em e Dex. Conhecemos o dia 15 de julho de cada ano dos 20 que se passaram desde que eles de fato se conheceram. Um Dia nos conta a história desses dois (inicialmente) jovens, recém-formados, que alimentaram uma forte amizade ao longo de 20 anos de suas vidas.

chez b. um dia livro 01

Emma é bonita (embora não saiba disso), inteligente, culta, é professora e sonha em ser escritora. Dexter é rico, boêmio, sem muita preocupação com os estudos, vira apresentador de TV, se joga nas drogas e na bebida e só pensa em mulheres. São melhores amigos, apesar da distância social, moral, ética e física. Em é visivelmente apaixonada por Dex, mas Dex não quer qualquer compromisso além da amizade que os une.

chez b. um dia livro 02

O livro mergulha intensamente no universo dos dois. Vivemos, sofremos, odiamos, amamos, nos sentimos felizes por eles. Escolhas, oportunidades, momentos, decisões. Recheado de detalhes, de sentimentos, de dúvidas, de porquês. Cada personagem é profundamente construído, conseguimos entendê-los, imaginá-los, senti-los por inteiro, o que faz de Um Dia uma história quase real.

chez b. um dia livro 003

Vivemos 20 anos com esses dois queridos personagens, numa verdadeira montanha-russa de emoções e descobertas. É impossível não pensarmos em nossas próprias vidas, nas escolhas que fazemos, no que estaríamos perdendo ou, de repente, no que estamos ganhando. Encantador, profundo e memorável. Indico muito e feliz de mim que tive a Ju para me convencer a desfrutar dessa deliciosa leitura! <3

 

chez b. um dia livro