início Ela Livros
Blogroll Contato


10 de novembro de 2015

O tema deste mês dos projetos do Discípulas de Carrie não poderia ser mais legal: séries! É um assunto que rende muito pano pra manga e a maioria das pessoas que conheço – principalmente as meninas do nosso querido grupo – amam! Eu adoro também, tanto é que criei a tag semanal As Séries da Minha Vida aqui no blog, contando um pouquinho sobre todos os seriados que assisti até o momento (já aviso que logo, logo, tem novidade!). Então, pensem o quanto foi difícil selecionar as CINCO favoritas da vida inteira para fazer a CosmoTag! Mas, vamos lá…

Sex and The City

Não conheço ninguém que tenha assistido Sex and The City e não ame muito! As personagens são extremamente carismáticas e muito bem construídas – é impossível não se identificar com alguma delas (ou com todas!). Até hoje, é a única série que consigo rever, episódio por episódio. Pra ser bem sincera, acho difícil criarem outra à altura!

Gossip Girl

Falar de Gossip Girl é redundante demais. Fez um sucesso absurdo, cortou corações, exibiu looks lindíssimos e causou frenesi na população feminina mundo afora. Foi a primeira série que assisti inteirinha. Eu não era muito ligada em seriados, aí entrei para o mundo dos blogs e, naquela época, não se falava em outra coisa sem ser Blair, Serena, Dan, Nate e Chuck! Lembro como se fosse ontem o dia que fui na Saraiva comprar o box da primeira temporada completa. Obviamente viciei de cara e vai ser sempre uma das minhas séries favoritas da vida!

The O.C.

The O.C. é muito amor! O inesquecível e sarcástico Seth Cohen arrancou muitas risadas de uma geração viciada nas aventuras, conflitos e segredos da californiana Newport Beach. Pra quem ainda não assistiu, sempre digo que é uma espécie de Gossip Girl da Califórnia. O núcleo jovem, os segredos, casos & acasos e o fato de serem criadas pelo mesmo produtor, faz com que as séries sejam de fato bem semelhantes. Dificilmente quem gosta de uma, não irá gostar da outra. Com certeza, uma série que marcou muitos corações!

Game of Thrones

Certo que Game of Thrones é uma das melhores séries de todos os tempos! Os efeitos especiais são incríveis, os cenários deslumbrantes, o figurino impecável, os diálogos extremamente inteligentes. Inicialmente, fui bem resistente a assistir. Achava que era muito fantasioso e cheio de efeitos especiais, o que acabou sendo confirmado apenas em parte. Tem um pouco de fantasia sim, porém, passa longe de ser o principal e é tudo muito bem contextualizado.

Downton Abbey

Das séries que assisto/assisti, a britânica Downton Abbey é uma das mais peculiares. Comecei a assistir meio ressabiada, achando que não curtiria muito, mas ledo engano! D.A. me ganhou logo nos primeiros episódios e, desde então, entrou para o time das preferidíssimas. Downton Abbey tem uma produção impecável, figurino maravilhoso e personagens incríveis. Cada um deles é muito bem construído, com personalidades marcantes e rumos bem adequados e definidos. O elenco foi perfeitamente escolhido e sempre que alguém sai do script, nos deixa com profundas saudades.

 

 

discipulas de carrie





17 de outubro de 2015

Outubro é o mês das crianças e foi justamente este tema fofura que resolvemos abordar nos projetos do Discípulas de Carrie! Apesar de a data “oficial” – 12 de outubro – já ter passado, acho gostosa a nostalgia que perdura o mês inteiro… Nesse clima, vou responder a CosmoTAG e relembrar algumas das coisas que mais gostava nos meus tempos de infância!

Barbie

chez b cosmotag 01

A Barbie é icônica, histórica e vai sempre estar presente nas minhas lembranças de criança. Eu tinha incontáveis bonecas, filhinhos, Ken, Bob, Skipper, a família inteira! Ainda tinha (tenho, na verdade) uma maleta cheia de roupinhas de todos os modelos e para todas as temperaturas. Como filha única e menina de apartamento que fui, Barbie era minha brincadeira favorita de todos os momentos!

Bonecas de Papel

chez b cosmotag 04

Assim como a Kaka, bonequinhas de papel também eram um hobby. A partir do momento que tive coordenação motora suficiente pare recortar as “modelos” e as “roupinhas”, juntei uma caixa cheia delas e passava horas nessa deliciosa função.

Carrossel

chez b cosmotag 02

A primeira novela que assisti na vida foi Carrossel e lembro da primeira que vi: o acidente da adorável Prof. Helena. Desde então, virei noveleira assumida e acompanhei todas as vezes que o SBT transmitiu a novelinha original. As peripécias do Jaime Palilo, a exibida Maria Joaquina, o ingênuo Cirilo, a gordinha Laura… como esquecer esses personagens queridos e caricatos que animaram a infância dos anos 80/90?

Praia

chez b cosmotag 05

Como boa manezinha da ilha – apelido carinhoso para os nascidos em Florianópolis – que sou, desde bebê tenho um pé no mar e um castelo de areia. TODOS os verões da minha vida foram vividos em algumas das praias do litoral catarinense. Até hoje, é uma das coisas que mais gosto na vida. Vem verão, vem sol!

Turma da Mônica

chez b cosmotag 03

Quando eu era pequenininha eu tinha uma Mônica quase do meu tamanho, com uma cabeça gigante e dura, que arrastava pra lá e pra cá. Hoje penso como aquilo era vendido para crianças, mas enfim. Sempre fui louca pela Turma da Mônica, antes mesmo de começar a ler, já assistia aos VHS que todos os finais de semana meus pais locavam. Alfabetizada, assinava as revistinhas da Turma e esperava ansiosa para que chegassem logo os gibis. Tinha um caixa gigante onde eram guardados e lia várias e várias vezes a mesma historinha. Bons tempos!

E vocês, quais boas lembranças têm da infância? Me contem!

 

 

discipulas de carrie

 





11 de setembro de 2015

Este mês o tema dos projetos do Discípulas de Carrie (ainda não conhece esse grupo lindo? Então, clica aqui!) é DIVAS! E a CosmoTAG consiste em indicar 5 divas lindas e maravilhosas que inspiram nossas vidas. Fiquei super indecisa dentre tantas opções que eu tinha para escolher, então resolvi dar uma restringida e optar por 5 divas da ficção que inspiram minha vida!

 

Blair Waldorf

chez b cosmotag setembro divas blair waldorf

Se é para falarmos de divas da ficção, obviamente a primeira da lista do Chez B. seria ninguém menos que a rainha do Upper East Side: Blair Waldorf.  Má com coração mole, irônica, diabólica e com os melhores looks da história dos seriados, ela facilmente roubou a cena e os corações de quem assistia Gossip Girl, formando o melhor par romântico da história com o incrível Chuck Bass.

 

Carrie Bradshaw

chez b cosmotag setembro divas carrie bradshaw

Carrie é diva e todo mundo sabe, afinal não é à toa que dá nome ao nosso grupo lindo! Com seu figurino fabuloso e inusitado, suas questões existenciais facilmente identificáveis e vivenciáveis, Carrie é ícone de uma geração de mulheres modernas e livres.

 

Paola Bracho

chez b cosmotag setembro divas paola bracho

O que seria do mundo das vilãs sem a magnífica Paola Bracho? No mínimo, muito, mas muito, sem graça! A gêmea má de A Usurpadora conquistou o mundo – e todo o elenco masculino da melhor novela mexicana de todos os tempos que, por sinal, assisti 5 vezes (com muito orgulho haha). Seu batom vermelho e gargalhada sonoramente inconfundível estarão para sempre em nossos corações.

 

Andy Sachs

chez b cosmotag setembro divas andy sachs

Andy Sachs é a incrível personagem de Anne Hathaway em O Diabo Veste Prada. No início do filme, ela é quase um patinho feio, mal vestida e com cabelo judiado. Porém, quando Andy vai trabalhar como assistente da editora-chefe da Runaway, revista de moda desejo de todas as jovens, precisa mudar completamente o visual e a postura, para se sentir um pouco mais adaptada ao ambiente hostil e glamouroso da revista. E aí inicia um desfile de looks estonteantes, cabelos impecavelmente arrumados, maquiagens perfeitas… e Andy vira quase uma Cinderela da “vida real”.

 

Lady Mary

chez b cosmotag setembro divas lady mary

Lady Mary Crawley é a primogênita do Conde de Grantham, de Downton Abbey. É uma mulher forte, determinada, destemina e a frente de seu tempo. Apesar de o contexto histórico da série iniciar em 1912, Mary já tem atitudes feministas, visão de mundo e vontades que não economiza esforços para que sejam alcançadas. O figurino de época é um show a parte, com muito brilho, plumas, vestidos longos e cabelos extremamente bem penteados.

 

discipulas de carrie





6 de julho de 2015

Primeiro mês de CosmoTAG no blog, então explico: em menção ao drink preferido das meninas de Sex and The City, o Cosmopolitan, nominamos assim nossa tag mensal do grupo de blogueiras amigas Discípulas de Carrie! Em julho, o tema é Anos 90 e a proposta é indicar as 5 melhores coisas dessa saudosa época. Este post não só foi difícil de fazer – filtrar apenas 5 coisas legais vivenciadas dos meus 5 até os 15 anos (não façam cálculos!) não é tarefa das mais simples – mas, extremamente nostálgico! Quem viveu naquele tempo, certamente vai se identificar e relembrar de muitas dessas coisas! Espero que gostem! ♥

Guloseimas

chez b. cosmotag 5 melhores coisas dos anos 90 01

Quem era criança nos anos 90, certamente perdeu as contas de quantos picolés Frutilly‘s dos mais variados sabores pentelhou o pai, a mãe, o tio, a tia ou quem estivesse junto, pra comprar na praia ou na padaria. E, lógico, tinha que começar comendo toda a parte colorida de fruta pra, depois, se deliciar com o miolo branquinho e docinho! Sem falar nos palitos furadinhos e coloridos que eram o máximos! Ah, a criança daquela época também vai lembrar dos deliciosos biscoitos em formato de ursinhos gorduchos, o Fofy, sabor baunilha ou chocolate. Na minha casa só entrava o de chocolate e eu começa comendo pela cabeça, depois bracinhos e pernas, hahaha. Os chocolates da Turma da Mônica era maravilhosos, ainda mais quando o personagem de chocolate branco era a Mônica ou a Magali. Claro, tinha que ser seguida a mesma ordem: primeiro se comia as bordas de chocolate preto para depois devorar o personagem. E quem não ficava curioso pra saber qual bicho viria na foto do Chocolate Surpresa, outra delícia da Nestlè? E os Mini Chicletes, minúsculos e coloridos, quem conseguia não comer tudo de uma vez?

Desenhos

chez b. cosmotag 5 melhores coisas dos anos 90 02

Se tem uma coisa que realmente não se faz mais como antigamente é desenho! Quem não lembra dos primitivos e simples desenhos que alegravam as manhãs do SBT? Princesa Sara e o Cavalo de Fogo, Ursinhos Carinhosos, Tom & Jerry, Pica-Pau. Ah, a Globo até tentava, mas o Pica-Pau original, azul clarinho e fofo do SBT era realmente insuperável! Um pouco depois, chegou o Fantástico Mundo de Bobby – com lições sempre valiosas – com uma vinheta chiclete e um menino cheio de imaginações. Com ele aprendi que a mentira tem perna curta e nunca mais esqueci! Mais tarde, na TV Cultura, meus começos de noite eram animados pelo querido Doug Funny e sua turminha de nomes engraçados: Paty Maionese, o cachorrinho Costelinha e o melhor amigo Skeeter!

chez b. cosmotag 5 melhores coisas dos anos 90 03

Ainda tinham os “desenhos humanos”: o inesquecível e sempre atual Chaves, o super educativo Castelo Rá-Tim-Bum e a família mais amada dos domingos: a Família Dinossauros! Quem não imitou o adorável e pentelho Baby, dizendo “não é a mamãe, não é a mamãe” ou o patriarca Dino, com seu entonado: “Queriida, cheguei!“? E como esquecer desses desenhos inocentes e sem maldade que muito nos fizeram feliz?

mIRC

chez b. cosmotag 5 melhores coisas dos anos 90 04

Facebook, Orkut, MSN e ICQ que me perdoem: nunca existiu algo mais legal pra bater papo do que o mIRC! A internet ainda era discada e era só alegria quando enfim conectava! A primeira coisa que se fazia era abrir o mIRC, de preferência com o script bacana que seu amigo nerd tinha criado ou, então, ia de Scoop Script mesmo! Sempre utilizando seu nick devidamente registrado – o meu era A`s_BaBy_ – com letras maiúsculas e minúsculas misturadas e, claro, com siglas na frente para indicar que você fazia parte de uma patotinha. Aí tinham os mais variados canais, de cidade, colégios, grupos de amigos, etc. Lembro que era regra eu entrar no #cc (do colégio que eu estudava), #ccj (outro colégio conhecido da cidade), #flops (grupo de amigos) e #a`s (a minha patotinha)! Arrisco dizer que era mais viciante do que as redes sociais de hoje, já que ficávamos conectados o maior tempo possível, muitas vezes virando noites (e brigando com a mãe que mandava desligar o pc e ir dormir)! Era lá que você conseguia falar com aquele menino do colégio que tinha vergonha ou ficar horas a fio fofocando com a melhor amiga. Ah, obviamente você tinha que ter vários aliases personalizados, engraçados e coloridos, deixar quits (mensagens de saída) com letras de músicas dramáticas e cheio de indiretas para aquele alguém. Que honra quando você ganhava + voice naquele canal mega concorrido ou era + op de um canal poderoso! E, claro, nas tardes de sábado ou domingo, impossível não ir ao IRContro, na praça de alimentação do shopping mais próximo!

Novelas

chez b. cosmotag 5 melhores coisas dos anos 90 06

A primeira novela que assisti na vida foi Carrossel. Lembro como se fosse ontem: estava na casa dos meus primos e eles assistiam ao capítulo em que a linda Prof. Helena e sua redonda franja sofrem um acidente de ônibus. Depois, foi só amor, não perdi mais nenhum capítulo. Maria Joaquina, Cirilo, Jaime Palilo, Valéria, Davi… estarão sempre nas memórias da minha infância! Ah, e até hoje não me conformo com a troca repentina do ator que fazia o Seu Firmino, lembram disso? Na Globo, três novelas marcaram muito: Fera Ferida e o casal Linda Inês (Giulia Gam) e Raimundo Flamel (Edson Celulari); Mulheres de Areia com as gêmeas Ruth e Raquel (Glória Pires) e o fofo Tonho da Lua (Marcos Frota); e a divertida Quatro por Quatro, com a hilária Babalu (Letícia Spiller), sua piranhas de girassol e seu namorado gatão Raí (Marcelo Novaes).

chez b. cosmotag 5 melhores coisas dos anos 90 05

Porém, minhas favoritas mesmo eram as novelas do SBT. De preferência, mexicanas, claro! Assisti quase todas e, algumas, várias vezes. Era fã incondicional da Thalia e suas Maria’s (Maria Mercedes, Marimar, Maria do Bairro), mas virei a casaca quando foi transmitida, pela primeira vez, a melhor novela da vida: A Usurpadora! Tenho certeza de que as gêmeas Paola Bracho e Paulina Martins, jamais serão superadas! As produções próprias do SBT também faziam minha cabeça: muito dancei as músicas das Chiquititas – inclusive quis ser uma, fiz parte de fã-clube e escrevi cartas de rolo! – e me emocionei com o amor de Pérola (Patrícia de Sabrit) e Tomás (quando o mundo conheceu Dalton Vigh) em Pérola Negra!

Spice Girls

chez b. cosmotag 5 melhores coisas dos anos 90 07

Não conheço uma menina dos anos 90 que não tenha cantado Wannabe enlouquecidamente ou eleito sua spice girl preferida! O lema era Girl Power e essas inglesas arrojadas levavam os corações fashionistas e sedentos de auto-afirmação ao limite máximo! Mel B., Mel C., Geri, Emma e Victoria formavam a banda feminina mais legal de todos os tempos, com melodias tranquilas ou animadas, looks recheados de irreverência e muita autenticidade! Eu tinha os CDs, camisetas, livros e revistas em que elas apareciam! Ah, minha preferida era a Emma, a Baby Spice. E a de vocês?

banner discípulas de carrie