início Ela Livros
Blogroll Contato


9 de julho de 2014

Chega inverno e as idas à videoteca tornam-se mais e mais frequentes! Esse final de semana assisti dois filminhos, um bom e outro nem tanto, aí ficam as dicas…

Veronica Mars – O Filme 

veronica mars o filme

Eu não assistia o seriado, mas realmente não é necessário para entender o filme, pois logo no início ela faz um resumão. O filme não é péssimo, mas também não é bom. A estória é atraente e tem tudo pra prender, mas não anima. O enredo é lento e absurdo demais em alguns momentos. Apesar disso, Kristen Bell é uma fofa e por várias vezes tive a impressão de estar assistindo Gossip Girl – pra quem não sabe, é ela quem narrava a série -, só esperando o xoxo final!

Crô – O Filme

crô o filme

Sim, eu adoro me arriscar em comédias nacionais! Sempre pego um filminho desse despretensioso, para deixar o cérebro vagar. Eu não assisti a novela Fina Estampa, de onde saiu esse personagem que rendeu o filme. Mas fiquei com vontade de ter assistido, depois das risadas que dei com o Crô. Marcelo Serrado é hilário, dá show de interpretação e não tem como não rir com ele. Outro super destaque é Alexandre Nero, detonando no papel do Zóiudo! Adorei e indico para aqueles dias que não queremos pensar em nada, só descansar.

 





19 de junho de 2014

Em épocas de downloads de todos os tipos, gêneros e tamanhos, fazia tempo que não pisava numa locadora convencional. Mas, no último final de semana me rendi ao passado e fiz o cadastro na Videoteca da cidade em que estou morando. Peguei três filmes pra garantir a programação dos momentos pós-jogos. Claro que não são mega lançamentos, já que estavam disponíveis para locar, mas fica a dica (or not) pra quem ainda não viu…

Se Beber, Não Case! Parte III

beber

Quais as chances de o último filme de uma trilogia não ser chato e repetitivo? É, nenhuma. Adorei o primeiro, achei mais ou menos o segundo e, nesse terceiro, dormi nos primeiros 15 minutos. A história começa sem graça e parece que não desenvolve. Nem o Bradley Cooper compensou!

Meu Malvado Favorito 2

Meu-Malvado-Favorito-2-15jun2013-16

Fofura em grau máximo! Tem como não amar os minions? Preciso comprar um pra mim! E a Agnes? Morro de paixão! Assim como o primeiro filme, a continuação é igualmente leve, divertida e garantia de um descanso gostoso para a mente. Daqueles filminhos para todas as idades!

 Confissões de Adolescente

confissoes filme

Óbvio que eu não esperava muita coisa desse filme. Quase balzaca que sou, amava a série nos anos 90, que passava na TV Cultura e tinha Maria Mariana, Georgiana Góes, Danielle Valente e Deborah Secco na pele das quatro irmãs que piravam o paizão Luiz Gustavo. Hoje, as quatro fazem uma participação especial no filme, encabeçado por Sophia Abrahão no papel da irmã mais velha.Confissoes_de_Adolescente_Creditos_CEDOC_TV_Cultura_3

Quase 20 anos depois, logicamente o filme não é tão fiel à série, ainda mais pra mim, considerando que já não me identifico tanto com as situações, lances e até o vocabulário. Mas, ainda assim, achei super gostosinho de assistir e relembrar.





5 de junho de 2014

Como já disse aqui e aqui, adoro cinema nacional. Fico superfeliz que a cada dia estamos com mais opções de filmes brasileiros de boa qualidade, muito embora ainda apresentem muitas deficiências e, em alguns casos, baixíssimo orçamento, impedindo maior divulgação.

getulio 1

O último que assisti foi Getúlio. Minha expectativa era alta, embora não tenha lido nenhuma crítica, adoro enredos históricos e o elenco – encabeçado por Tony Ramos, no papel homônimo – é muito bom. Porém, não me atentei que se tratava apenas dos últimos dias do presidente. Foi o que me frustrou!

Esperava um filme denso, com – pelo menos – uma grande parte da Era Vargas sendo abordada, ensejando um grande conteúdo histórico. Mas… não. Apenas os últimos 19 dias da vida de Getúlio foram contados, com foco na acusação de atentado contra o jornalista Carlos Lacerda.getulio 3

Não é um mau filme. As interpretações são excelentes, com destaque para Drica Moraes (no papel de Alzira, filha de Vargas) e Alexandre Borges (Carlos Lacerda). Tony Ramos também estava incrível, mas achei que ‘pintaram’ um Getúlio fraco, vulnerável, que não parece ser o perfil de um líder político que governou o Brasil por tantos anos. Um tanto decepcionante.getulio 2

Enfim, é um filme bom, mas esperava muito mais. Acredito que ainda haja muita história para ser contada sobre esse tema. Por enquanto, para os interessados no assunto, é possível se contentar com a trilogia escrita.





7 de janeiro de 2014

foto 1Apesar de todas as suas deficiências, adoro cinema nacional. Quando aliado a um bom diretor e uma história fantástica então… fico contando as horas para assistir logo! Com O Tempo e Vento foi assim. Porém, demorei pra conseguir assistir de fato, pois não consegui ir ao cinema quando estava em cartaz. Aí que essa semana, coincidindo com o período que a Globo transmitiu em formato de minissérie, consegui finalmente assistir. E me decepcionei.

foto2A história é linda, baseada na obra de Érico Veríssimo. Os atores são bons (destaque para o Thiago Lacerda e para a esplêndida Fernanda Montenegro), a direção é ótima, com cenas lindíssimas que só Jayme Monjardim sabe fazer… mas, o filme é mal aproveitado. A minha sensação foi de ter assistido um trailer de 2 horas! Todas as cenas foram apenas pinceladas, sem aprofundar em nada e deixando a desejar em muitos momentos. Penso que, ao invés dessa correria desenfreada, o filme poderia ser um pouco mais longo ou, o que acho melhor, ter focado em apenas algumas partes.

Vale assistir? Vale. Não é péssimo. Só não é bom como eu esperava – e gostaria – que fosse! Mas, com isso estamos bem acostumados em se tratando de cinema brasileiro.





14 de novembro de 2013

Oi, gente! Véspera de feriadinho e como o tempo não tá prometendo muito sol pra gente seguir o caminho da praia, uma alternativa sempre bem vinda é um bom cineminha! Na última semana, assisti a um filme excelente, então fica a dica pra vocês…

serra pelada

Eu, que sou fã de filme nacional, adorei Serra Pelada. Com Juliano Cazarré (oi, Ninho!!), Sophie Charlotte, Wagner Moura (tá, mas ele não aparece muito, já aviso!) e Matheus Nachtergaele no elenco, o filme conta a história de dois amigos que deixam o Rio de Janeiro em busca de ouro na Floresta Amazônica. A história mistura drama, violência, sexo, uma boa pitada de humor e prende do começo ao fim. A fotografia é demais e ainda misturam cenas antigas reais, do fim dos anos 70 ao início dos 80. A trilha é animadíssima e até irônica, em alguns momentos. Enfim, super adorei! Indico!

serra pelada 2