início Ela Livros
Blogroll Contato


6 de abril de 2016

chez b bom pra cachorro jacksnacks 02

Desde que uma amiga postou no Instagram fotos mostrando a alimentação nova da cachorrinha dela, fiquei tentada. Nas imagens, vários potinhos com comida “de verdade” super caprichados e organizados. No texto, ela contou que estava trocando a ração pela comida natural de forma balanceada, tudo bem certinho, conforme as explicações detalhadas do site Cachorro Verde.

Na hora corri para o site à procura de informações sobre o assunto, já pensando e planejando como eu poderia inserir a AN (Alimentação Natural) na vida do Toy. Desde filhotinho, ele come apenas ração. Nunca foi acostumado a petiscos, apenas os artificiais específicos para cães – tipo Doguitos que, agora pensando, não é nada saudável - ou, no máximo, pedacinhos de frutas, como maçã ou melancia. Fiz questão de educá-lo assim para que não ficasse pedindo comida quando estamos comendo e, obviamente, imaginando que era o melhor para a saúde dele.

Porém, tudo que li no Cachorro Verde me fez parar e pensar. Até que ponto alimentar meu cão com ração industrializada é realmente saudável? Agora, mais do que nunca, parece lógico que a comida de verdade é o que ele realmente merece e deve comer. Desde então tenho pensado em toda a dinâmica de preparo de AN para o Toy, calcular quantidades, congelar, descongelar, organizar a logística de quando eu estiver fora. É que, além das viagens esporádicas que fazemos de férias (e deixamos o pequeno com meus pais), viajamos com bastante frequência aos finais de semana para ver nossa família, o que implicaria ter que fazer um pequeno carregamento de congelados. De todo modo, acho que é apenas questão de tempo para eu resolver como vou fazer isso, pois tenho como certo de que é o melhor para o meu pequeno.

chez b bom pra cachorro jacksnacks

E foi nesse clima que recebi um email da Lidiane, a idealizadora do Jack’Snacks, uma marca de biscoitos caninos 100% naturais e saudáveis – não só para os cãezinhos, mas também para nós! Eu adorei a ideia e a Lidi, então, enviou de presente para o Toy uma caixa com vários pacotinhos de variados sabores de biscoitos! Todos com formatos fofos, separados em pacotes indicando o sabor e os ingredientes. Dá pra ver de longe o capricho e a dedicação! E o Toy… bom, ele amou, né! Ficou enlouquecido com tantos cheirinhos deliciosos e petiscos mega apetitosos! Difícil é dar só um ou dois por dia, já que ele é pequeno e não posso exagerar – e nesses dias, o ideal é também reduzir a quantidade de alimentos oferecidos ao cachorro (no caso do Toy, ainda ração).

Nós amamos o Jack’Snacks e tenho certeza que será sucesso absoluto! Quem quiser saber mais, dá uma olhadinha no Insta @jacksnacksbrasil !

Obs.: este post reflete a minha real opinião com base no produto experimentado e o que observei das reações do Toy — não é publi.





17 de outubro de 2014

patinhas

Esse mês o tema especial do Rotaroots é a coisa mais linda da vida: o projeto Abraçando Patinhas! O objetivo da ação é promover a conscientização da adoção de animais e a guarda responsável. Não dá para termos um bichinho por capricho ou simplesmente porque achamos “fofo”. Animal de estimação – qualquer um deles, adotado ou não – requer cuidados e muito amor (como falamos nesse post aqui!).

cãozinho

É por isso que o Rotaroots, em parceria com a linha Max da Total Alimentos doará uma tonelada de ração para a ABEAC, uma ONG de proteção animal de São Paulo, responsável por mais de mil cãezinhos que sobrevivem de doações! E tem mais: todos nós podemos ajudar! Doando o valor mínimo de R$ 6 (seis reais), que corresponde a 1kg de ração, a Max acrescentará 50% da quantidade de alimento! Ou seja, com os seus R$ 6 doados, os bichinhos receberão 1,5kg de ração! Vamos participar, gente??

Eu já fiz a minha doação e peço que você faça a sua! É só clicar nesse link! Aqui também tem um blog com todas as informações possíveis sobre o projeto! Vale a pena dar uma olhadinha! Espero que tenham gostado e quem puder dê sua contribuição! De doação em doação, ajudamos essa bicharada a ficar bem forte e saudável, prontos para achar um novo lar! Vamos lá?!

giphy

Este post faz parte da blogagem coletiva do Rotaroots, um grupo de blogueiros saudosistas que resgata a velha e verdadeira paixão por manter seus diários virtuais. Quer participar? Então faça parte do nosso grupo no Facebook!





26 de setembro de 2014

TOY

Quem tem um cãozinho sabe o amor e cuidado que dedicamos a eles. Queremos sempre o melhor para o nosso peludo! É um mundo de opções de alimentos, acessórios, brinquedos, roupinhas, caminhas… que a gente chega até a se perder! O Toy é uma bola de pelos e requer mega cuidados! E pra manter esse pelo sempre sedoso e bonito? Não é fácil, gente! Um dos principais fatores que influenciam na pelagem é o alimento. O Toy come apenas ração e não dou nenhum outro tipo de comida. Agora que ele vai fazer um ano (tá ficando mocinho, o meu bebê) terei que trocar a ração dele para alguma de adulto e fiquei super interessada ao saber da Max Premium Especial!

Primeiro, porque minha alma Felícia ficou enlouquecida com esse vídeo fofíssimo:

Segundo, pelos inúmeros benefícios que o alimento promete! A Max, da Total Alimentos, foi reformulada e passou a pertencer à linha Premium Especial! Agora tem mais proteína de qualidade e fácil digestão, antioxidantes naturais, mais de 20 vitaminas e minerais, além de prebióticos que auxiliam na absorção! Com isso tudo, o resultado é um pelo super brilhante e sedoso, mais vitalidade e saúde para o sistema imunológico. Tem mais: a satisfação é 100% garantida, o que significa que se o cãozinho, por algum motivo, não se adaptar à ração, o seu dinheiro será devolvido ou o produto será substituído por outro equivalente da linha! Ou seja, dá pra comprar, experimentar e ver se o seu peludo curte, sem medo!

nova geração max premium especial

E o que achei mais legal: ao comprar a ração da Max Premium Especial podemos ajudar vários cãozinhos! É só recortar o selo de doação de 400g de ração que vem no verso de todos os pacotes e depositar nas urnas disponíveis nos pet shops, entregar para uma ONG ou Protetor independente que seja cadastrado no programa! Demais, né?!

Já conheciam essa ração? Será que o Toy vai curtir?!

Se quiser saber mais detalhes, é só entrar no site!

 





15 de setembro de 2014

animais

Eu adoro bicho! Sempre tive vários bichinhos, mesmo morando em apartamento minha vida inteira! Alguns ficavam na casa da minha vó, mas eram meus (ou eu acreditava que eram)! Já tive peixe, hamster, calopsita, cachorro… Hoje, continuo morando em apartamento, mas estou meio grandinha pra manter meus bichinhos na casa da vó, então tenho dois animaizinhos amados que moram comigo: o Pituco, uma calopsita de 5 anos; e o Toy, um cãozinho de 10 meses.

Eles são nossa alegria, nossos amores. Mas, é claro às vezes dá um certo trabalhinho! Precisam de atenção, cuidado e muito amor! Então, se você está pensando em ter um bichinho, aqui tem quatro coisinhas que considero essenciais pra pensar antes de comprar ou adotar um…


Espaço apropriado

Se você pensa em ter peixinhos, tartaruga, hamster ou até uma calopsita, essa questão é simples. Basta ter um aquário, gaiola ou viveiro num tamanho legal e adequado para o seu bichinho e está tudo certo! Agora, se sua vontade é ter um cachorrinho ou gato, precisa planejar bem. Se mora em apartamento, pense onde seu bichinho vai dormir, comer, brincar e, o que é muito importante: fazer as necessidades sem atrapalhar a rotina da casa. Caso você já tenha tudo isso planejado, perfeito! Mas, se não há espaço suficiente, pense melhor!

Tempo

Você tem tempo? Bichinho precisa de dedicação, gente! Não adianta uma pessoa que trabalha o dia inteiro, estuda à noite, toma banho correndo e mal tem tempo para se alimentar, querer ter um animal de estimação. Não dá! Todos eles precisam de atenção, de um tempinho seu especialmente dedicado a ele. Claro que animais como tartarugas e peixes requerem bem menos tempo, mas, ainda assim, precisam ser alimentados e bem cuidados. Ou seja, qualquer que seja o pet, você precisa ter certa disponibilidade para cuidar dele. Ah, nunca transfira essa responsabilidade para outras pessoas. O animal é seu, você quem quis, é você que tem a obrigação de cuidar!

pet 3

Gastos

Uns mais, outros menos, mas todo bichinho gera gastos. É alimentação, local para dormir e/ou viver, acessórios, brinquedos, consultas veterinárias, banho, vacinas… Sem falar que, dependendo do animalzinho, há mais dificuldade em achar profissionais que tenham especialidade para tratá-los, como os pássaros. Duas vezes o Pituco precisou de um veterinário e não foi fácil achar um especialista em aves. Então, se você quer um bichinho “diferente”, não esqueça de pensar também nesse detalhe e verificar se na sua região tem médico especialista, caso um dia precise.

Amor

Acima de tudo, os animais precisam de muito amor, dedicação e paciência. Eles são anjinhos nas nossas vidas, nos dão carinho incondicionalmente, estão (quase) sempre alegres e dispostos a brincar e nos arrancar um sorriso. Mas, alguns fazem sujeira, precisam de passeio, ficam doentinhos. E, assim como nós, nesses momentos eles precisam de cuidados especiais e paciência que só um dono amoroso sabe dar. Dê muito amor ao seu animalzinho, tenho certeza que ele merece!

pet 2

Quem aí tem bichinhos? Concordam com as dicas?

Beijos!





20 de janeiro de 2014

Achei uma coisa linda o calendário Somos todos vira-latas lançado pela ONG Ampara Animal em parceria com a Fnac. Vários famosos foram clicados em poses “iguais” aos de animaizinhos parecidos com cada um deles, uma graça! 

ImagemImagemImagemImagem

O objetivo da campanha é incentivar a adoção de gatos e cachorros abandonados. A renda arrecadada com a venda dos calendários será revertida em prol dos animais carentes… vamos ajudar?

Imagem