início Ela Livros
Blogroll Contato


14 de fevereiro de 2016

Agora, de fato, começa meu ano. Depois de longas férias – e grande parte do tempo offline - voltei para a realidade & rotina nossa de cada dia. Foram quase dois meses de praia, sol, chuva e água de coco fresca. Porém, mesmo que a saudade já esperneie dentro de mim, é hora de dar aquele start em 2016.

Este ano terá um propósito e um rumo bem diferente do que teve para mim 2015. Novos planos, muitas mudanças, outros objetivos. Meu tempo e disponibilidade reduziram drasticamente e o blog, infelizmente, ficará em segundo plano. Ainda assim, tentarei estar aqui sempre que possível.

chez b voltando a rotina

Tô escrevendo este post como coração na mão, confesso. Algo me diz que minha ausência será muito maior e mais frustrante do que consigo imaginar! Sabe, aquele diabinho atazanando no ouvido? Então. De todo modo, tentarei fazer desse limão uma limonada e seguir em frente. Com menos ou com mais posts, com menos ou com mais tempo para visitar os blogs amigos, de uma coisa tenho certeza: 2016 será um ano muito melhor!

Então, era isso, minha gente. Apareci para um oi carinhoso, um abraço apertado e um até logo que (espero) não será demorado!

 





2 de janeiro de 2016

Todos os anos traço uma meta de livros a serem lidos no Skoob e, desde o ano retrasado, posto aqui a lista de lidos do ano, com link para a resenha e nota! Ao fazer a lista de 2015, constatei duas coisinhas que me deixaram super feliz: ultrapassei a meta de 20 livros estipulados (foram 24) e resenhei praticamente todos – faltou apenas um, Regras da Comida, que foi o último livro lido ano passado e ainda não consegui fazer a resenha! E, apesar de ter lido vários young adult- em razão da parceira com a Editora Galera Record – adorei grande parte das escolhas, com atribuição de nota máxima para a maioria! Resumindo, em termos de leitura, 2015 foi um ano absolutamente feliz!

chez b livros lidos 2015 01

 A Seleção
Kiera Cass
Nota: 5
 
A Elite
Kiera Cass
Nota: 5
 
A Escolha
Kiera Cass
Nota: 5
 
A Herdeira
Kiera Cass
Nota: 4
 
365 Dias Extraordinários
P.J. Palacio
Nota: 5
 
Extraordinário
P.J. Palacio
Nota: 5
 
Dois Garotos se Beijando
David Levithan
Nota: 3
 
Garota Online
Zoe Sugg
Nota: 5
 
chez b livros lidos 2015 02
 
À Procura de Audrey
Sophie Kinsella
Nota: 5
 
Cinderela Pop
Paula Pimenta
Nota: 4
 
Ela não é invisível
Marcus Sedgwick
Nota: 4
 
Amy & Matthew
Cammie McGovern
Nota: 5
 
Simplesmente Ana
Marina Carvalho
Nota: 5
 
De Repente, Ana
Marina Carvalho
Nota: 5
 
Elena, a filha da princesa
Marina Carvalho
Nota: 5
 
A Verdade Sobre o Caso Harry Quebert
Joël Dicker
Nota: 5
 
chez b livros lidos 2015 03
 
 
Mar de Rosas
Nora Roberts
Nota: 2
 
Regras da Comida
Michael Pollan
Nota:
 
Simples Assim
Martha Medeiros
Nota: 5
 
Um Dia
David Nicholls
Nota: 5
 
Para Onde Ela Foi
Gayle Forman
Nota: 4
 
Uma História de Amor e TOC
Corey Ann Haydu
Nota: 3
 
Rich e Mad
William Nicholson
Nota: 3
 
Síndrome Psíquica Grave
Alicia Thompson
Nota: 4





23 de dezembro de 2015

2015 está chegando ao fim, é véspera da véspera de Natal e dia de rever o que de melhor rolou no blog este ano! Separei pra vocês os 10 posts mais acessados – não necessariamente os mais comentados – pelos queridos leitores do Chez B.! E que 2016 venham mais posts queridos como esses!

chez b posts mais queridos do ano 01

A (im)popularidade das nossas decisões | 29.jan

Com base num texto super polêmico da Lu do Chata de Galocha, esse post que foi ao ar em janeiro ainda está entre os cinco mais-mais do ano!

10 inspirações de home office feminino | 13.fev

Primeira publicação sobre decor no blog! É um tema que faz muito sucesso por aqui!

chez b posts mais queridos do ano 02

7 dicas para novos blogueiros! | 06.mar

Partido de uma proposta de blogagem coletiva do Rotaroots, 7 dicas simples e eficientes pra quem está entrando na blogosfera!

10 inspirações de penteados da temporada de red carpet 2015 | 02.mar

Porque os eventos de 2015 trouxeram muita inspiração cabelística e fashionista!

chez b posts mais queridos do ano 03

De repente, 30 | 14.abr

Esse é o post mais acessado de todo o ano! Fico muito feliz, pois foi um texto que escrevi com todo amor e sinceridade no dia do meu aniversário de 30 anos.

As revistas que eu ainda leio | 19.mai

Sou fã de revistas desde que me conheço por gente. Porém, no atual contexto digital a revista física é espécie em extinção, com poucas que ainda se salvam! Aqui eu conto as que já li e as que ainda compro todo santo mês na banca mais próxima!

chez b posts mais queridos do ano 04

5 Dicas para organizar melhor o seu tempo! | 24.jun

Adoro listas e aqui tem umas dicas bem bacaninhas pra quem curte o tema organização!

Meu produto favoritíssimo do momento! | 17.jun

Meio ano se passou e esse continua sendo meu produto favoritíssimo e imprescindível! Já pode subir para o posto de produto preferido do ano!

chez b posts mais queridos do ano 05

Novela 2 em 1: Além do Tempo | 20.jul

Apostei minhas fichas novelísticas em Além do Tempo – primeira novela com duas fases correspondentes a vidas diferentes dos mesmos personagens – e de fato o folhetim é sucesso absoluto! Com enredo ótimo, personagens (literalmente) lindos e excelentes ensinamentos sobre a doutrina espírita, Além do Tempo é maravilhosa e alegra meus fins de tarde!

CosmoTAG: As 5 melhores coisas dos anos 90 | 06.jul

A primeira CosmoTAG e também o primeiro post do grupo Discípulas de Carrie! O tema, anos 90, é de uma nostalgia deliciosa. Entre os cinco mais acessados de 2015!





17 de dezembro de 2015

—– Sem Spoilers —–

Séries é facilmente um dos assuntos preferidos da maioria dos leitores/as do blog e também um dos que eu mais gosto de falar. Por isso, no início do ano criei a tag As Séries da Minha Vida, postada às quintas-feiras (para ver todos os posts, clique aqui), contando sobre cada um dos seriados que assisti. Foram 18 posts até hoje e agora a lista vai aumentar, já que assisti mais algumas coisinhas este ano! Começando pelo icônico Lost!

chez b as series da minha vida lost 02

Eu nunca me interessei por Lost. Mesmo com o sucesso estrondoso que fez na época em que foi transmitida, não tive a menor vontade de assistir e sabia apenas que se tratava de pessoas perdidas numa ilha misteriosa e teve participação de Rodrigo Santoro. Aí, meu marido, que já havia assistido a série inteira, resolveu rever e insistiu para que eu visse também! Meio contrariada, topei.

O enredo é conhecido da maioria: um avião cai numa ilha deserta e os sobreviventes, liderados pelo médico Jack, começam a explorar o local em busca de abrigo e alimento. Porém, o lugar é cheio de incógnitas e acontecem coisas pra lá de estranhas, além de descobrirem que não são as únicas pessoas a habitá-lo.

chez b as series da minha vida lost 03

No início, senti medo. Não curto muito programações que me assustam de alguma forma, mas o fato é que Lost – ao menos nas duas primeiras temporadas – prende de forma tal que, mesmo com tensão e levando vários sustos, você não consegue parar e assistir. E aí me mantive fiel até o final. Só que eu não sabia e ninguém te conta – pelo menos meu marido não contou, haha – é que lá pelas tantas a série começa a viajar tanto, é um vai-e-vem, uma loucura tão sem limites que dá uma boa cansada. Várias vezes me perguntei porque ainda estava assistindo aquela maluquice interminável. E, pra mim, esse é o ponto: o roteiro de Lost não tem limites e parece que precisaram arrastar até a 6ª temporada para justificar o sucesso. Um grande erro. Se a série fosse reduzida em três, quatro temporadas no máximo, aí sim, poderia dar 5 estrelas. Porque é envolvente, é estimulante, é genial, só que o surrealismo exacerbado cansa demais.

chez b as series da minha vida lost 01

Sobre o final: apesar de muita gente ter odiado ou não entendido, eu gostei muito. Já tinha suspeitado mais ou menos a linha que seguiria, mas a conclusão foi muito além do que eu imaginei. Fiz algumas pesquisas e li várias críticas até formar bem a minha opinião sobre o desfecho e hoje, após absorver bem e repensar boa parte da série, acho que foi realmente brilhante.

Enfim, vale a pena assistir? Minha opinião é que vale, sim, com a mente aberta e um pouquinho de paciência!

Quem mais assistiu Lost? E o que acharam do final?

 

 

chez b as series da minha vida lost





15 de dezembro de 2015

Amanhã faz exatamente um mês do meu último post aqui no blog. A verdade é que de uns tempos pra cá eu andava bem desanimada com esse universo, então o ritmo foi desacelerando, a frequência de postagens diminuindo, até chegar um momento em que decidi realmente dar um tempo – leia-se: abandonar. Não foi só o meu cantinho que deixei de lado, foi a blogosfera em geral. Parei de visitar os blogs que tanto gosto, retribuir visitas, dar atenção às leitoras fiéis, enfim: dei um tempo mesmo. Pensei seriamente em deixar de blogar, em apagar o Chez B. forever and ever, mas não! Meu coração blogueiro falou mais alto e senti falta. Saudades das pessoas, dos textos, das fotos, dos papos. E aqui estou.

chez b

Acho que isso acontece com (quase) todo mundo. É fim de ano, correria, cansaço, desilusão,  preguiça, desânimo mesmo. Em algum momento, o blog é posto em dúvida. No meu caso, o fator desencadeante foi bem sofrido. Há 6 anos eu luto contra depressão e, entre idas e vindas, em setembro tive uma crise depressiva super grave. Foi um período muito, muito tenso e precisei repensar, priorizar e replanejar vários aspectos da minha vida. E aí o tempo – e a vontade – para o blog foi ficando cada vez menor. Porééém, hoje estou muito melhor, resolvi voltar atrás e reservar um tempinho para estar aqui com vocês. Porque eu gosto muito, me faz bem, me faz feliz e me proporciona uma das melhores coisas da vida: grandes amizades – creio que só quem faz parte desse universo entende! Então, por esses e por outros motivos de amor: voltei ♥