início Ela Livros
Blogroll Contato


31 de outubro de 2017

chez b tailandia 02

Sempre tive um certo preconceito com a Tailândia. Sabia que era um lugar paradisíaco, porém, ao mesmo tempo, as referências de Bangkok trazidas por filmes – que no meu catálogo particular não saiu muito de Se Beber, Não Case! – eram um pouco assustadoras. Muita loucura, baderna, drogas e promiscuidade seria o quadro que eu pintaria da capital tailandesa. Por outro lado, tenho amigos com experiências muito positivas desse país tão peculiar e variado, e sempre me disseram que um dia deveria conhecer.

chez b tailandia 01

Então, após um plano de viagem meio frustrado (a ideia era Croácia e Turquia, mas com os atentados em Istambul, acabamos prorrogando para este ano), marido e eu procurávamos outros lugares para conhecer. E surgiu a Tailândia! De cara, fomos meio reticentes. Muito longe, muito louco, que medo, não sei. Mas, pesquisando melhor e com o incentivo e ajuda na montagem do roteiro de um amigo em especial, tudo se desenhou e, em um dia, as passagens estavam compradas e os hotéis reservados.

chez b tailandia 05

E que surpresa maravilhosa! Dos templos incríveis às praias paradisíacas, esse país espetacular oferece experiências arrebatadoras e momentos que facilmente se eternizarão em nossas memórias. Com uma culinária picante e super característica, pessoas amáveis, gentis e delicadas que te fazem sentir uma rainha em sua terra, o budismo pulsante nos templos e fora deles, a Tailândia vai muito além da rua Khao San Road de Bangkok, a que aparece nos filmes e nos dá a impressão de um lugar ensandecido. É um país espetacular e de cultura riquíssima! Tive dias fabulosos lá e guardo com tanto carinho, que me deixaram com aquele gostinho diário de quero-mais!

chez b tailandia 03

Sigamos com o roteiro! Como optamos voar pela Emirates – que, por sinal, super indico: atendimento excelente, aeronaves limpíssimas e modernas, pontualidade árabe (!) – a parada em Dubai era obrigatória, então resolvemos ficar alguns dias e conhecer um pouquinho dessa cidade impressionante e culturalmente distinta. De lá, seguimos para a Tailândia (Bangkok, Chiang Mai e Krabi) e, depois, Cingapura – dica daquele mesmo amigo que nos ajudou com o roteiro e, de fato, foi um excelente desfecho de viagem! Então, compartilho meu roteiro, com os respectivos hotéis e indico fortemente cada lugarzinho, pois foi tão perfeito que arrisco dizer: uma das melhores e mais inesquecíveis viagens que fiz na vida.

DUBAI | 3 noites | Kempinski Hotel Mall of the Emirates

BANGKOK| 4 noites | Anantara Siam Bangkok Hotel

CHIANG MAI | 3 noites | Anantara Chiang Mai Resort 

KRABI | 5 noites | Rayavadee

CINGAPURA | 3 noites | Marina Bay Sands

Os deslocamentos foram todos aéreos, os internos na Tailândia e para Cingapura com a Air Asia (super ok) e os demais com a Emirates.

chez b tailandia 07

Talvez o período que tínhamos disponível para viajar (setembro), não seja o mais apropriado para aquele lado do mundo. É época de monções e, não raro, chove demais. Resolvemos encarar o risco e tivemos sorte: choveu um pouco em Chiang Mai, nada que tenha nos atrapalhado.  E em Krabi, alguns dias deu aquela típica “chuva de verão” no final da tarde, mas na hora do jantar já havia parado e tudo bem.

chez b tailandia 04

Enfim, como eu disse: a Tailândia é um país espetacular, impressionante e que merece muito a nossa visita. Sem medo, sem preconceitos, de coração e mente abertos: vá!

chez b tailandia 06




2 Comentários em “Tailândia: roteiro!”


Manu

Que riqueza!!! Quero mto conhecer!!

Bruna Aguiar

Quando der, vai, amiga! É demais, vocês vão amar! <3


Deixe seu comentário: