início Ela Livros
Blogroll Contato


27 de fevereiro de 2016

Ano passado li Regras da Comida e virei praticamente uma discípula de Michael Pollan. Já tinha ouvido falar do autor, mas descobri o livro mesmo por indicação da Rita Lobo, num dos posts do Panelinha. Comida é um assunto que me interessa em todos os aspectos: do modo de preparo aos benefícios e malefícios dos alimentos para o nosso corpo. Aí que numa dessas compras de livros sobre o assunto, adicionei minha primeira leitura do jornalista, pesquisador, escritor, ativista e mega expert em comida e amei super!

Não coma nada que sua avó não reconheceria como comida.

Não é um livro de receitas, não é um livro complexo, não é um manual inatingível acerca de um padrão impossível. Não. É um livrinho pequeno, fino, de letras grandes, mas muita sabedoria sobre algo vital: alimentação. É um verdadeiro manual de sabedoria alimentar.

chez b cooked as regras da comida michael pollan 03

São 64 regras simples sobre esse tema fundamental que, sem exageros e sem imposições, nos sugere maneiras simples e toques básicos de como ter uma nutrição mais adequada, criticando a indústria alimentícia com total coerência. Cada regra acompanha um texto explicativo que, tenho certeza, vai te convencer a cumprir cada aspecto. Isso sem forçar a barra! Eu me surpreendi com o tanto de conteúdo útil em tamanha simplicidade e me apaixonei pelas sacadas de Michael Pollan.

Coma todas as besteiras que quiser, desde que você mesmo as cozinhe.

Então, pensa o quanto fiquei enlouquecida quando vi que o Netflix lançaria Cooked! A série documental do autor do meu novo guia alimentar tem 4 episódios: Fogo, Água, Ar e Terra. A proposta pareceu super animadora e contei os dias para o lançamento, só que… me decepcionei. O documentário é super bem produzido, impecavelmente filmado, mas a abordagem é muito diferente do que eu imaginava.

chez b cooked as regras da comida michael pollan 02

Esperava uma produção com técnicas culinárias, um reforço à crítica sobre a indústria alimentícia e uma conexão maior com o Regras da Comida. Tais aspectos são o de menos no conteúdo da série. Tem um pouco sim, mas passa quase despercebido. O foco é bem histórico e antropológico, sempre destacando a visão de um povo específico, o que torna bastante cansativo. Cada episódio tem cerca de 1h e confesso que em alguns momentos foi bem desinteressante continuar assistindo. Porém, repito: é um série bem feita, merece ser vista por quem curte o tema, mas sem muita pretensão e expectativa.

Alguém mais já assistiu? O que achou? Me contem!


Regras da Comida
Autor: Michael Pollan
Editora: Intrínseca
Páginas: 160
Ano: 2010
Nota: 5 estrelas




8 Comentários em “O que eu conheci de Michael Pollan”


Kaka Farias

Coisa boa ter post teu aqui <3 então, eu estou adorando essa tua nova percepção alimentícia pois fico de olho nas receitas que tu compartilha e babando nas comidinhas que tu faz! Gente, que delicinha. Acho suuuper válido comer besteira quando é a gente que faz e hoje mesmo vou fazer uma pro Oscar e não me sentirei culpada por isso! Pena que o documentário não atingiu tuas expectativas, eu tbm não me agrado mto dessa temática com outros povos e uma pecada antropológica (na facul eu ia pras aulas de antropologia quase que arrastada kkkk). Agora falta o canal de comida no youtube hahahaha, super ultra apoio! Beijo :* <3

Carol R.

NOSSA que legal, não conhecia nem o livro, nem o documentário,pena que vc achou cansativo.
bjs

Clayci

Estou por fora do livro e documentário, mas só pelo comentário dele me interessei rs.

Juliana

Que interessante! Não o conhecia. Pessoas que fogem da indústria alimentícia sempre me interessam! Essa indústria ilude demais e nos torna meio zumbis, sair dessa matriz é super difícil e super dou valor pra quem consegue e ainda mais pra quem tenta conscientizar as outras pessoas. Vou procurar esse livro e o seriado :D

Beijos!

Mari

Não sei se teria paciência para assistir a série, mas fiquei bem interessada no livro, afinal amo ler sobre comida! Nham nham!
Beijos
Mari
http://www.pequenosretalhos.com

Anne

Isso significa que eu preciso aprender a fazer Doritos em casa! =D
Interessante a proposta do livro, não conhecia!
Beijo

Lola Farias

Como é bom te ler, tu escreve TÃO BEM!! Bru, eu estava super afim de ver essa série, já que o tema central é comida hahaha Mas sabe que li alguns reviews, como esse teu, que fizeram com que eu perdesse o interesse. Acho que como tu disse, o livro deve ser bem mais interessante :*

Bruna Aguiar

Ai, que LINDA! Esse é dos elogios mais lindos que posso receber <3 <3 Obrigada, amiga! É, sobre a série: bem marromeno! hahaha beijoca


Deixe seu comentário: